segunda-feira, 15 de junho de 2009

TERTÚLIA VIRTUAL


O LUGAR QUE ME FAZ SENTIR EM CASA


A minha casa toda cuidada por mim até ao mais ínfimo pormenor, é o meu porto de abrigo, principalmente o local onde me encontro neste momento, o escritório pois é nele que me instalo e isolo quando necessito e me ligo ao Mundo Virtual, onde contacto antigos conhecimentos e os mais recentes de onde todos vós fazem parte.
Sempre que me ausento por alguns dias, uma parte de mim permanece nela...

Em boa verdade não há um, mas sim dois locais que me fazem sentir melhor que em casa:

O jardim da casa de minha mãe, cortando a relva, retirando algumas ervas daninhas, removendo as flores já secas, regar depois de um dia de sol, é uma tarefa que me satisfaz e repõe energias ao sentar a admirar o trabalho efectuado sentindo o cheiro a relva cortada e terra molhada...
Mas, o meu lugar de eleição é mesmo à beira mar, (de preferência fora da época balnear), sentindo o cheiro a maresia e o barulho das ondas a rebentar no areal.
Sempre que necessito pôr as ideias em ordem é aí que me refugio, deixando por lá as más energias e encontrando uma paz de espírito e segurança interior que me ajudam a ultrapassar as coisas menos boas que vão surgindo no dia a dia.


(Marie)

25 comentários:

Georgia disse...

Marie, que delicia o jardim da sua mae deve ser. Imagino que lá você volta a ser a filha e nao a mae Marie.

Linda a sua escola.

Uma linda semana pra você.

beijos

marie disse...

Tem razão Georgia, lá sou mesmo a filha a quem a mãe repreende como se adolescente ainda fosse!...
Boa semana para si também.

james p. disse...

Marie,o mar também restaura minhas energias como quase nada.Belo post.
Abraço.

Daniel und die Delphine disse...

A casa da gente é o melhor lugar.

Gaby disse...

Marie,

A casa dos meus pais é também outro lugar onde me sinto em casa, seguramente!!! E, ainda ontem, regressei da "minha" praia onde fui recarregar as minhas baterias (hoje já estou a precisar de algumas, rssss).
Lindo o seu post!!!
Obrigada pelo seu comentário. Durante uns anos, tive altos e baixos, momentos menos bons, mas um bom acompanhamento, mudanças interiores, o instinto de sobrevivência ajudaram-me a acreditar em mim! Não sou narcisista, longe disso, mas aprendi que tenho as armas para. É só ter força para isso e querer.
E todos os dias, quando acordo (porque as manhãs são o mais difícil) eu procuro, em mim, essa força. Porque já me abandonei. E não o volto a fazer.
O texto vai longo e não tenho o direito de a estar a maçar. Afinal, a vida é feita de metamorfoses. Eu sou só mais uma pessoa no mundo que teve que se reinventar...e que terá que o fazer as vezes que forem necessárias para seu bem e pelos que ama.
Beijos.

marie disse...

James
O mar tem esse efeito sobre muitas pessoas!
Bjs.

João Menéres disse...

MARIE

Participação abrangendo três locais. Mas uma participação toda ela tranquila e plena de lógica.

Beijos.

Serena Flor disse...

O meu lugar também é à beira mar...que delícia a tua participação amiga...parabéns! Beijos.

Lizete Vicari disse...

Marie,
estive sentindo
os aromas do jardim de sua mãe,
visitei o teu refúgio virtual e,
aspirei a maresia contigo.
Temos gostos muito parecidos, talvez por sermos do mesmo signo.rssss
Grande beijo. lili

Eduardo P.L disse...

Marie,

muito boa sua postagem! Ficamos conhecendo melhor essa artista!

Obrigado por mais uma vez participar da Tertúlia!

ellen disse...

Marie,
o mar também é um dos meus lugares preferidos...mas não o posso ter diariamente e por isso a caminha é sempre o meu refúgio preferido, por ser todos os dias!
e gosto de dormir mas só de manhã :) porque sei que sou obrigada a ter que me levantar para ir trablhar... se assim não fosse provavelmente não teria dificuldades... o fruto proíbido é sempre o mais desejado eheheheh

Beijinhos
Quando for rica vou comprar uma casa na praia e levo-te comigo para companhia :) e depois os nossos netos vão lá ter connosco ehehhehe

marie disse...

Eduardo
Artista eu??? eheheh...

marie disse...

ellen
Às crianças e às menos crianças, não se deve prometer nada...
Fico à espera!!!
Bjs.

Conceição Duarte disse...

Marie, casa da mãe, é nossa casa, sempre! Colo de mãe é sempre o maior conforto, segurança/ carinho, entrega, confiança. Nossa casa e família coisa melhor que temos na vida!
Um beijo grande, linda sua escrita. bj e boa semana, CON

Eduardo Santos disse...

Olá amiga, como eu a compreendo. A nossa casa é quase sempre o lugar onde nos sentimos bem, mas é evidente que há outros sítios que nos seduzem. O mar será para si para os momentos de relaxe, tal como para mim é uma estadia no campo e o apreciar da natureza que me permite maior prazer. Cada pessoa encontra os seus "cantos" secretos para tirar proveito, é normal.Creia que foi um prazer desfrutar do seu cantinho, espero voltar. Muito obrigado.

Andrea Vaz disse...

Bem interessante seu lugar!

Belíssima participação!

Mylla Galvão disse...

Marie,
Custei a postar no Tertúlia, mas postei!!! Vá me visitar...
Adorei o jardim de sua mãe... Acho que vou fazer uma revolução no jardim da minha, onde temporariamente vou vivendo... Até encontrar meu cantinho...
Bjos

Blog do Beagle disse...

Marie, não consegui abrir seu blog pelo link do Tertulia. Sua forma de escrever me deu a dimensão do prazer e do agrado que é cuidar do jardim e postar-se na praia. Por alguns minutos me senti em paz na sua casa. Parabéns. Bjkª. Elza

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Marie,

Sentir as ondas banhando os pés e deixar o pensamento ser limpo com boas energias é maravilhoso.

Adoro seu jeito!

Olha, estamos oferecendo um selo de comemoração no nosso blog, espero que aceite.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

tonhOliveira disse...

Marie

Casa é ninho
e cada cantinho
formam um condomínio de carinho!
Casa de mãe é útero
e o cordão umbilical é tatuagem na memória!

Do mar
pouco sei falar,
mas só vivenciando pra amar!

Bela participação Marie!

Beijos!: )

marie disse...

Tonho
Você é um artista completo:
Desenha, escreve...
Obrigada pelo seu comentário.

Movimento Natureza disse...

Marie,estamos discutindo algo muito serio no blog e seria legal se você pudesse participar também.

Um abraco

Nina disse...

Ahh de fato, não existe lugar melhor que nossa casa. Vc pode viajar pra os melhores e mais incríveis lugares no planeta, mas não há melhor sensacão que a volta ao lar.
Mt bom mesmo!!
Obrigada por seguir o bloguinho :)

Aidinha disse...

Marie

Doce Marie, linda postagem.
É verdade, quem tem uma casa
(leia-se um lar verdadeiro!), só pode mesmo sentir-se em casa, ali, precisamente.
Para aquele canto no mundo, o nosso canto, e que é sinônimo de prazer, segurança, abrigo,
aconchego, enfim, tudo que podemos ter de bom nesta vida, não há substituto. A nossa casa é uma
verdadeira fortaleza onde nos abrigamos ao fim de cada jornada de trabalho, ou mesmo de lazer que
passamos fora dela. Ao retornar, apenas ao abrir a porta, sentimos que se operou o milagre da volta! Felicidade pura!

Agradecemos, todos nós por essa dádiva.

Feliz fim de semana.

Beijo

Aidinha

Paula disse...

Lugares maravilhosos os que vc escreveu...escritório, jardim, mar...adoro-os tb!
Bjos,
Paulinha