sexta-feira, 3 de abril de 2009

POEMA A SINTRA

Vila de Sintra és bonita
Toda cheia de magia
Só quem te viu acredita
Que nos deixas nostalgia
Teus palácios são demais
De sonho e de encantar
Já foram paços reais
E agora p'ra admirar
Teus recantos sedutores
Jardins e fontes também
Ó Sintra dos meus amores
Que grande beleza tem
Património mundial
É um grande galardão
Foste escolhida afinal
Sintra do meu coração
(José Matos)
(Marie)

4 comentários:

ellen disse...

Que belo Castelo e lindo poema marie. Os Castelos fazem-me lembrar as histórias da Cinderela :)... sou mesmo infantilóide amiguinha :))))

Beijinho
(e não me ri nada com a tua escolha, antes pelo contrário, gotei!)

Dulcineia (Lília) disse...

Ai Sintra dos meus encantos...
... dos passeios perdidos...
... do romantismo que ficou
... de uma nobreza nostalgica!

Com uma das minhas músicas favorita, rs

Um abraço do arco-íris
Lília

PS1: gostas de caminhadas? tenho uma proposta para sintra, penso que domingo.
PS2: amanhã, no ARCO, o post é da Cris

PS3: diz algo se te apetecer caminhar por sintra com um grupinho

Conceição Duarte disse...

Marie, que lindo! Estive por aí com meu marido! Maravilhoso!
Aqui em São Paulo tem uma rua com o nome de Bela Cintra, e nela tem um restaurante do Bittencourt que é o Sintra. Em homenagem a sua cidade. Ele é muito bom. Come-se muito bem por lá, e os maiores nomes de São Paulo frequentam o lugar que é muito bem decorado. Doces divinos! bacalhau bem feitíssimo.
Seu poema é lindo tb. Viva o Castelo da cidade linda de Sintra

Para vc um beijo, e bom final de semana, CON

Dulcineia (Lília) disse...

Marie,
Vim dar mais uma voltinha de el´ctrico...onde arranjaste aquelas panelas???
Olha, um dia destes envio-te as caminhdas - senão aguentarmos, fazemos companhia uma à outra, rs
Por acaso , amanhã há uma...
Beijinhos
Lília